Marcos Valentim – Compacto

Mais um cantor e compositor que não se sabe quase nada. Posso dizer somente que foi parceiro de Luiz Gonzaga em uma composição chamada Baião granfino. Se alguém puder complementar algum fato sobre Marcos Valentim, seria ótimo!

Image

Image

Faixas:

Lado A:

Rosinha do encantado – Samba-canção

Portenha – Samba-canção

Lado B:

Flor de estufa – Bolero

Castigo – Samba-canção

Quem tiver interesse nas músicas ou restante das fotos, só entrar em contato.

Até a próxima!!

Anúncios

Mario Alves – Compacto

A partir de hoje publicarei algumas informações sobre meu acervo pessoal de discos. Espero contribuir assim com a manutenção da memória musical nacional e internacional.

Infelizmente não tenho nenhuma informação sobre o cantor. O disco é um compacto duplo da RCA Camden de número: CD-5035.

Alguns discos não trazem a informação do ano de lançamento, é o caso deste.

Capa:

Image

Selo A:

Image

Faixas:

Lado A:

Descrente – Tango

Lenço branco – Marcha-rancho

Lado B:

Amar é a maior virtude – Bolero

Quero voltar – Bolero

Quem tiver interesse nas músicas ou restante das fotos, só entrar em contato.

Até a próxima!!

Por que existem tantos FDP’s?

Este é o primeiro post e infelizmente vou começar falando de um assunto nada legal!

Uma das coisas que mais me preocupa hoje, é a existência de tantos FDP’s. Quantas vezes já me vi em situações nas quais me envergonho pelos atos de pessoas que estão ao meu lado. Alguém aqui já viu um carro estacionado em fila dupla? Alguém já viu furarem fila? Já viram a educação que os pais passam ao levarem os filhos para o colégio? Onde param? …. …. Já viram o desrespeito com que motoristas ultrapassam filas enormes na contra-mão porque são melhores que todos os outros e merecem chegar primeiro ao seu destino??

Tão revoltante quanto a existência dos FDP’s é a existência dos pusilânimes que permitem que todas as situações sejam favoráveis aos FDP’s. Afinal o ditado popular já diz: Só existem os espertos porque existem os bestas!!

Meu sentimento de revolta não me deixa aceitar tais situações calmamente. Será que só eu me revolto ao ver alguém que, pelas atitudes, parece estar acima de tudo e de todos?

Como fazer para tentar mudar isso? Será que tem jeito?

Até a próxima.